Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Os Caminhos da Vida

20150720

Boa tarde!

A vida nem sempre nos leva pelos caminhos mais fáceis, nem sempre nos coloca pétalas de rosas aos nossos pés. Tantas vezes somos confrontados com obstáculos, dificuldades e problemas que nos atrasam, nos fazem tropeçar e tantas vezes por em causa o nosso percurso, o nosso propósito. No entanto, acredito que Deus nunca nos dá algo que não tenha sido escolhido por nós, que não seja uma semente que plantámos em algum tempo ido, que não tenha o propósito de nos fazer crescer e ultrapassar as nossas próprias limitações.

Por vezes, perante os obstáculos, desanimamos, caímos com os joelhos no chão, sentimo-nos injustiçados e reprimidos. Pensamos que tudo o que fizemos, tudo o que nos foi pedido e proposto, todos os desafios e provações, de pouco serviram. Somos humanos e sentir tais coisas faz parte do nosso percurso e da nossa existência. Achar que por lermos coisas de espiritualidade, fazermos terapias ou praticarmos muita meditação será errado ter esses sentimentos é o mesmo que pensarmos que, por o fazermos, temos de estar equiparados aos Mestres. Todos nós temos a centelha divina dos Mestres, mas na Terra, o grande Mestre é a própria vida. Por isso, sentirmos tudo isso faz parte deste grande caminho que é a própria vida.

Acredito que nenhum mal existe por desanimarmos ou por tropeçarmos nos obstáculos e até neles cairmos. O mal está em ficarmos presos nesses mesmos problemas, focarmos a nossa atenção no que daí adveio e alimentarmos raivas, ódios, mágoas, frustrações, dúvidas e negativismo. Quando o fazemos, passamos a viver presos à energia do medo, derrotamo-nos e esquecemo-nos da nossa própria essência, deixamos de trabalhar em nós mesmos e depois reclamamos com o Universo porque somos pessoas boas, fazemos tudo direitinho, mas nada avança.

Todas as provações e obstáculos, acredito, são parte dos caminhos da Vida, são uma espécie de pontes, de degraus e patamares que nos permitem transformarmo-nos, crescermos e evoluirmos. Quando estamos em plena sintonia com o nosso Eu, todas essas situações são vividas em todos os panoramas e perspectivas da sua existência, pois nos permitimos ser humanos, permitimos libertar a energia através da tristeza, da dor e até mesmo da revolta, mas para no momento seguinte, desapegados de tal situações, de coração livre e aberto, poder abraçar esse mesmo desafio, confiante do caminho que, sabemos, é o nosso.

Nem sempre é fácil percorrer os caminhos da Vida, nem sempre é simples compreendermos o porquê das pedras que se colocam à nossa frente. Se as pontapearmos, elas irão mais para a frente e, sem dúvida, mais cedo ou mais tarde teremos de as encontrar de novo, se calhar mais acompanhadas de outras pedras, se calhar até mais cristalizadas e maiores. No entanto, se as observarmos e as aceitarmos no nosso percurso, fazendo as aprendizagens que elas nos trazem, vamos compreender a conhecida citação: “Pedras no caminho? Guardo todas, um dia vou construir um castelo…”

Boa semana!

Related Posts

Leave a comment

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

X