Biscoitos da Sorte

20160113

Boa noite!

Todos os dias, se estivermos atentos e despertos, aprendemos algo de novo e importante, recebemos lições valiosas da vida que, ao serem integradas e trabalhadas, podem levar-nos a tomar consciência de muitas coisas que andávamos a tentar entender. Os tempos de Mercúrio Retrógrado, como os que estamos a viver desde há pouco mais de uma semana (e por mais 12 dias), são sempre, acima de tudo, momentos de grande tomada de consciência e aprendizagem de nós mesmos, mas que, por causa da nossa forma de viver a vida, passa-nos, muitas vezes, ao lado.

Olhar para dentro de nós nestes momentos em que Mercúrio está no seu movimento retrógrado é doloroso e desgastante, pois é similar a mergulharmos num túnel com uma inclinação de 90 graus, e de cabeça! As ideias, os pensamentos e os desafios mentais são-nos colocados de forma vertiginosa, constante e profunda, trazendo-nos uma luta intensa entre a razão e a emoção que, com a energia da quadratura entre Saturno e Neptuno, se transforma em grandes frustrações. No entanto, é também nestas alturas que conseguimos ter mais revelações, que conseguimos compreender melhor grandes verdades sobre nós mesmos, que nas mais simples e pequenas coisas podemos ver o magnífico mecanismo do universo a funcionar.

Nos últimos dias o Universo, a vida, como lhe quisermos chamar, trouxe-me, através de diversas vivências e situações, a percepção de um conjunto de coisas que preciso de ver e compreender, no todo da minha vida, até porque, na realidade, tudo está interligado e nada é estanque. Então, nestes pequenos momentos, eu, com uma calma que nem parece minha, vou colectando peças de um puzzle maior, unindo-as e agradecendo a quem lá está em cima a orientar-me por me fazer chegar tantas coisas importantes.

Estes momentos, tantas vezes, são como aqueles biscoitos da sorte, muito curiosos e engraçados, que só quando abertos conseguimos ter acesso à mensagem sempre tão acertada para nós. Também nas nossas vidas, só quando nos permitimos viver as situações, em total e completo compromisso connosco mesmos, é que conseguimos abrir as mensagens, e só dessa forma conseguimos ter a oportunidade de as ler e tentar compreender. Insisto muitas vezes na questão do compromisso, pois sei que essa é uma das grandes chaves que nos permitem aceder aos nossos caminhos, nomeadamente quando, nestes momentos extraordinários, somos bombardeados com inúmeros factores que vêm contrariar o nosso caminho, vêm colocar-nos testes e provas à nossa persistência e resiliência.

Quando estamos centrados em nós mesmos, quando assumimos perante nós o compromisso de procurarmos e revelarmos a nossa essência, de transformarmos a nossa vida, de superarmos as nossas próprias barreiras e dificuldades, de nos conhecermos profundamente, então a vida revela-se na sua magnitude e na sua verdade, mostrando-nos cada traço do nosso Eu, cada pormenor do nosso caminho, do nosso propósito, como nunca o tínhamos visto antes. Num simples momento, sem percebermos que, no fundo, foi algo que estivemos a construir durante anos e anos a fio, tudo nos é trazido com clareza e calma, tão simplesmente porque soubemos persistir nos momentos de escuridão, enquanto percorríamos a nossa sombra, porque soubemos resistir às tentações contínuas do ego, confiantes de que o nosso caminho não era aquele, mas sim outro, e que saberíamos lá chegar.

Apesar de tudo, creio que o mais importante, no momento que vivemos, é deixarmo-nos levar pela vida, compreendendo que este caminho é para ser aproveitado, divertindo-nos e apaziguando o nosso espírito. O que a vida na Terra, acima de tudo, nos ensina, é que nada mais existe de errado do que tentar acabar uma guerra com outra guerra e, por isso mesmo, tentar estar em paz connosco mesmo, vivendo a vida como uma luta constante, também não nos fará chegar a lado algum. Então, em tempos de Mercúrio Retrógrado, olhemos para a vida como um belo saco cheio desses biscoitos da sorte, que em cada dia abrimos, lemos a mensagem e sorrimos, pois, só dessa forma, também, a vida sorrirá para nós.

Related Posts

Comments (1)

e que benção é receber biscoitos da sorte 🙂 !

Leave a comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

X