Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Palestra – 2019: Tempo de Revelação – Áudio

palestra2019tempoderevelacao

No passado dia 10 de Dezembro, como já é hábito, dei uma palestra na Sopro d’Alma, em Lisboa, onde falei sobre o ano de 2019, os seus desafios e o que ele nos traz como potenciais de trabalho. Mais do que falar apenas do ano em si, ou até mesmo de explicar os desafios energéticos em termos astrológicos ou do Tarot, esta simples conversa levou-nos a entender o tempo tão único e especial que estamos a viver, aquilo que ele nos está a mostrar, o quanto ele nos tem revelado. Já não dá para separarmos as energias de ano para ano, pois o tempo está a modificar-se por completo para nós, tudo está, cada vez mais, integrado, e isso obriga-nos a olhar o mundo, o nosso mundo, duma forma completamente diferente.

Contudo, chegar ao final de um ciclo pede-nos sempre um olhar atento sobre o percurso feito e, como nos tem sido alertado e solicitado, focarmo-nos no hoje, no agora, não, lá está, num sentido de tempo, mas sim no de nos centrarmos em nós mesmos, de olharmos a nossa vida e nos colocarmos na posição que realmente nos pertence. Nas mãos de cada um de nós está o grande poder de escolher os nossos caminhos, mesmo implicando a aceitação e compreensão dum propósito maior, dum caminho de Alma. No entanto, isso implica uma visão clara, definida, consciente, de quem somos, e tal só é possível depois de caminharmos nas nossas sombras, o profundo caminho que nos tem sido proposto nos últimos tempos.

Abraçar as nossas Sombras e integrá-las é o caminho essencial para chegar à Luz, e tal nos tem pedido incessantemente nos últimos tempos. No entanto, é preciso perceber que chegar à Luz não significa que tudo é belo e corre bem, mas sim que tudo se revela, que os véus caem e rasgam-se, que nada mais se pode esconder e ocultar, que a Verdade, seja o que isso for, não podes ser mais passada ao lado, e que o que nos será pedido, no fundo, é que a integremos, mesmo que isso doa ou nos faça, de alguma forma, questionar tudo, romper com caminhos, mudar e transformarmo-nos. Esta foi, sem dúvida, a consciência que escolhi e senti passar nesta palestra.

Related Posts

Leave a comment

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

X