Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!

Desafios e Escolhas

20150112

Bom dia!

Às vezes parece que o tempo passa a voar. No final do ano passado, numa palestra que dei, referi isso mesmo, e já o estamos a comprovar. Doze dias já se passaram e, pelo menos para mim, mas pelo que tenho visto do mundo que nos rodeia, também, muitos acontecimentos, alguns deles bem fortes. Na realidade, o que nos tem sido colocado são já vários desafios. Cada desafio implica uma escolha e cada escolha implica um olhar profundo para dentro de nós, um desbravar caminho, mas também uma aceitação das dádivas do Universo.

Com Marte acabadinho de entrar em Peixes, é preciso deixarmo-nos levar pela corrente rápida da nossa vida e aceitar cada desafio. As escolhas que nos são colocadas têm de ser tomadas, agora, mais do que nunca, com um fortíssimo sentido de intuição, o que significa que é o coração quem tem de falar, é o instinto quem tem de se sobrepor e ser a nossa verdadeira bússola. Instinto não é impulsividade, é uma profunda conexão connosco mesmos, com a nossa natureza, que nos permite apurar os sentidos e rapidamente agir.

Imaginemo-nos durante estas semanas num caiaque, a descer os rápidos. A vida por estas semanas é muito semelhante, saber escolher sem grande raciocínio, levar com as nossas emoções na cara e seguir em frente, pois o controlo já não faz parte deste processo. Precisamos de compreender que nada controlamos e que maior parte dos problemas da nossa vida decorrem das tentativas constantes de controlo que fazemos sobre as diversas questões. Ao conseguirmos viver nessa sintonia, a ansiedade desaparece e a serenidade de quem sabe exactamente qual o seu caminho prevalece.

Um dos principais desafios será exactamente esse, o de compreendermos o que insistimos em controlar, ainda que não nos pareça controlo. Olhemos para o que nos envolvemos que não é nosso. Questões dos nossos filhos, dos nossos pais, de família e de amigos, decisões superiores no nosso trabalho, questões ligadas a bens, entre tantas, tantas outras. Coloquemo-nos no nosso devido lugar e saibamos dar valor ao que é importante, as nossas emoções, o nosso Eu.

Boa semana!

Posts Relacionados

Deixa um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

X