fbpx

Uma Oração de Amor

20201222ArtigoNatalLM

Chegámos àquela que é, sem dúvida e apesar de tudo, a época mais mágica do ano. O Natal é o tempo da Esperança, o tempo da Magia, o tempo do Amor! Após tantos meses de profundos desafios, de grande intensidade, de medos e receios, agora é o momento de nos recordarmos e reafirmarmos nos nossos corações essa pedra basilar, o verdadeiro significado do Natal, o recordar da magia da Vida, não só em nós, como em tudo o que nos rodeia, o renovar da Esperança, o preencher dos corações com o enorme Amor que tudo cura e tudo transforma.

Com o Solstício de Inverno chega-nos o advento da Esperança, o renascimento da Luz que agora se irá manifestar em cada dia mais forte, encaminhando-nos à nova Vida. O Divino, a Fonte, o Pai, através da Terra, do Cálice, da Mãe, torna-se Humano, Carne, para nos revelar o grande sentido da Vida neste planeta, o Amor.

Este ano tão especial trouxe-nos também, juntamente com o Solstício, um momento único, manifestado por Júpiter e Saturno que, devido ao seu alinhamento nos céus, se mostraram como um só, trazendo-nos a promessa dum novo tempo, duma vibração diferente, como uma estrela que nos oferece orientação para um novo caminho.

Vivemos temos atípicos, diferentes daqueles a que estávamos habituados, é certo, mas é nos tempos das maiores agruras e das maiores dores que é essencial recordarmo-nos do que é mais simples e basilar. Nada existe de mais precioso e rico do que a vida, do que todas as vidas. Contudo, sem amor, sem esperança, sem fé, sem consciência de quem somos, de que estamos verdadeiramente Vivos, somos apenas um corpo que povoa este planeta, com uma Alma reduzida a um básico de sobrevivência.

O Natal é o recordar que existe em nós esse pedaço de Deus, do Pai, da Fonte, que se tornou carne também através de nós. O Natal é o pedido para elevarmos em nós a grande Luz que nos habita e celebrarmos a Vida, tornando-nos, cada um de nós, na grande Estrela de Belém, o farol da Esperança, assumindo-nos como arautos de Fé, recordando que o Cristo não é uma pessoa, mas sim uma energia, um manto que nos cobre e nos protege, que nos pede apenas para honrarmos o privilégio de sermos humanos e que nos saibamos, verdadeiramente, Amar uns aos Outros, como Ele nos Amou.

Que o Natal seja mais do que um momento, do que uma quadra, que seja verdadeiramente um pedido, uma oração de Amor. Que não se esfume nos dias e meses seguintes, mas que seja uma presença constante nas nossas consciências. Que preencha os corações como um hábito e permanência, tornando-nos, a cada dia, mais humanos e presentes, ensinando-nos a amar-nos a nós mesmos, para que possamos também amar verdadeiramente o nosso semelhante, o nosso irmão, os animais, as plantas, a natureza, o planeta, cumprindo o maravilhoso desígnio que nos trouxe até à Terra.

A todos, o meu desejo de um muito Feliz Natal, agradecendo terem estado sempre presentes, em cada momento deste último ano, e que 2021 seja um ano de muitas e maravilhosas bênçãos!

 

Leonardo Mansinhos

Posts Relacionados

Deixa um comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

X